NOSSA PROPOSTA PEDAGÓGICA

Conheça Nossa Proposta Pedagógica:

A Proposta Pedagógica do IBE foi elaborada de forma clara e objetiva visando subsidiar nossa prática pedagógica. Para tanto, buscamos fundamentá-la dentro das modernas concepções de ensino e aprendizagem que reflitam as necessidades de formação continuada de profissionais das diferentes áreas de atuação profissional.

Concepção de Ensino e Aprendizagem:

O IBE fundamenta sua concepção de ensino de aprendizagem pautada na relação sócio-histórico-interacionista, tendo como pressuposto teórico metodológico as teorias de Piaget e de Vygotsky. Nutrindo a convicção de que os conhecimentos precisam ser reconstruídos em consonância com as novas demandas sociais, histórica, econômica e política no qual as interações ocorrem, estimulando os sujeitos a refletir sobre a sua realidade e a buscar alternativas para transformá-la.

A Concepção de Aprendizagem adotada pelo IBE tem como princípio fundamental a maneira como se concebe a aprendizagem. Pois, ela é mais efetiva quando é significativa para o aluno, quando se alicerça nas relações e quando se constitui em uma construção coletiva que considera as diferenças de desenvolvimento e as diversidades sociais e culturais, comtemplada nas oficinas práticas, nas palestras, nos fóruns de aprendizagem, nos encontros presenciais.

A proposta sócio-interacionista-construtivista nos cursos semipresenciais e a distância do IBE e sua efetiva realização, constituiu a complexidade no nosso trabalho e está relacionada com a identificação dos elementos que a caracterizam nas Propostas de Curso, no material impresso dos cursos oferecidos aos cursistas e na plataforma do Moodle, onde são disponibilizadas as atividades a ser desenvolvidas ao longo do curso.

Concepção de Aluno Cursista:

A Concebemos de aluno como de sujeito do seu aprendizado, desenvolvendo autonomia e independência. Esta concepção constitui um dos pressupostos nas teorias Sócio-interacionista-construtivista, ressaltando a ação do sujeito no seu processo de aprendizagem. Consideramos, que o aluno ao ingressar no IBE traz consigo um conjunto de saberes construídos e reconstruídos na interação com o meio social.

O ensino semipresencial, possibilita a construção da autonomia do aluno cursista e na organização do processo de “ aprender a aprender”. Nessa concepção aparenta concretizar-se a cada etapa evolutiva do estudante, e se espera manifestar tanto em termos da construção de conceitos e conhecimentos, como nos procedimentos de busca de novos conhecimentos e a aplicação dos mesmos em situações cotidianas.

Nossa Metodologia:

A metodologia adotada tem como princípio basilar que aprender (bem como ensinar) constitui construir novo conhecimento, descobrir nova forma para significar algo, baseado em experiências e conhecimentos existentes, visando transformá-los em novos saberes e práticas.

Exigindo, portanto, uma dinâmica interna de momentos discursivos (raciocínio, dedução, demonstração, elaborações, dentre outras); o entendimento (aprendizado) por meio do qual o educador reconstrói o conhecimento, e reflete sobre sua prática pedagógica buscando transformá-la.

Essa concepção se concretiza a dinamicidade de um processo educativo “vivo” que age articulando a reflexão prática-teoria-prática.

Organização Pedagógica dos Cursos:

A organização do curso é modular. Os módulos constituem-se no material didático impresso a ser fornecido ao aluno ao se matricular no curso de sua preferência.

Cada módulo é uma unidade didática que permite integrar, de forma mais fácil, conteúdos teóricos e práticos e estabelecer relações entre as várias áreas do conhecimento que se articulam a partir dos temas que os originam.

Os conteúdos são tratados de modo especial, ou seja, têm uma estrutura e organização que os torna passíveis de aprendizado. Essa necessidade de tratamento especial exigida pela educação a distância, é o que valoriza o modelo de instrução do IBE, de maneira que se torne um modo de tratar e estruturar os conteúdos para fazê-los assimiláveis e facilmente aplicáveis.

Os Conteúdos dos cursos são distribuído a partir dos temas propostos, interligando saberes cotidianos com os saberes científicos a área da educação e a atribuição de sentido aos mesmos. Favorecendo assim a contextualização, a interdisciplinaridade e a globalização dos saberes.

Juntamente com o Módulo, o aluno-cursista receberá o “guia do aluno”, disponível nas primeiras páginas do material impresso e na plataforma Moodle, onde constam informações fundamentais sobre a estrutura do curso, orientações de como obter sucesso num curso a distância, funcionamento do curso, sistema de avaliação e duração máxima e mínima para conclusão das atividades e entrega das tarefas propostas.

A Metodologia de Ensino e Aprendizagem:

A metodologia proposta pelo IBE envolve a adoção de práticas descentralizadas permeadas por sentimentos como humildade, tolerância, respeito, solidariedade, entre outros. A ação educativa articulada nessa ótica, precisa evidenciar a sua intencionalidade e como tal delinear a linha de pensamento e de ação que conduzem a uma visão ampla do processo educativo e do conhecimento em construção/reconstrução. Trata-se de não perder de vista o âmbito em que precisa atuar.

Implica em considerar os diversos aspectos que envolvem o fenômeno da aprendizagem bem como o uso social possível. Assim, estabelecemos o diálogo pedagógico e as interações para potencializar aprendizagens significativas. Para tanto, elaboramos os meios e recursos que possam mediar o processo de construção do conhecimento pelo aluno.

Procedimentos Metodológicos:

- Exposição didática e interpretativa do conteúdo estudado utilizando exercícios e fóruns de discussão;

- Retomada, no início da aula, de questões centrais do conteúdo estudado na aula anterior;

- Práticas individuais de produção de projetos interdisciplinares;

- Oficina de artes e educação presencial;

- Correções de atividades com orientações para correções e aprimoramento dos trabalhos apresentados,

- Orientações individual e coletiva;

- Provas presenciais.

Material didático:

O material didático é elaborado pelo IBE como ferramenta básica de aprendizagem e como princípio, é claramente autoexplicativo, de modo a permitir a autoaprendizagem, incentivando e estimulando o aluno ao estudo.

Avaliação da Aprendizagem

O processo de avaliação terá um caráter voltado para a reflexão dos temas desenvolvidos e contribui para a obtenção de resultados. É feita por meio de prova individual escrita e oficinas práticas, em que o aluno-cursista expressa seus conhecimentos e ideias, desenvolvendo o pensamento crítico e criativo.

Serão considerados pontos relevantes na avaliação, a autonomia do aluno- cursista para refletir sobre o tema de estudo, sobre a sua capacidade de problematizar e sobre a sua capacidade de enunciar propostas críticas, alternativas e criativas para as atividades que compõem o projeto de avaliação.

A média mínima para aprovação no curso é 7,0 (sete) e adotamos notas e conceitos, tais como:

- Bom – 7,0;

- Muito Bom - 8,0 a 8,9;

- Ótimo - 9,0 a 9,9;

- Excelente - 10

Recuperação da Aprendizagem

Não atingindo o conceito mínimo satisfatório, (7,0) o aluno-cursista será reorientado e fará nova avaliação.

Apoio ao Aluno-Cursista:

O IBE adota a figura do “tutor” – professores especialistas que atuam como facilitadores e/ou orientadores do processo ensino-aprendizagem. Esses profissionais estão aptos e disponíveis para sanar dúvidas sobre os fundamentos apresentados nos Módulos e outras questões que surgirem no processo de aprendizagem.

São também responsáveis para o hábito de ler e de utilizar técnicas e habilidades de estudo apropriadas para a Educação a Distância. Ao surgir dificuldades de aprendizagem, os tutores se organizam, juntamente com o aluno – cursista, vias alternativas para o atendimento necessário.

São funções desse setor:

- Prestar orientação inicial ao aluno-cursista, para a realização do curso;

- Responder prontamente às solicitações dos alunos (pessoalmente, por telefone ou via e-mail);

- Fazer indicação de leituras complementares aos estudos, atendendo interesse do aluno;

- Dar apoio ao aluno quando solicitado, para o desenvolvimento dos exercícios de cada unidade didática, projetos de trabalho e /ou estudo de caso;

- Enviar comunicado aos alunos, sobre encontros pedagógicos abertos à participação de todos.