(61) 3031-1900 / 9 9992-0708

  • O tema “Sexualidade” ainda é tratado na escola com muitas reservas.
  • Diante da gama de estímulos que vemos hoje na mídia, Internet, música, etc., não podemos nós, educadores, fechar os olhos a um item tão importante para o desenvolvimento do ser humano.
  • Neste Curso, o leitor encontrará suporte para desenvolver atividades relacionadas à sexualidade no espaço escolar, em projeto que inclua participação da comunidade escolar e família.
  • Sexualidade e educação: quais os limites e chances concretas de conjugação desses dois termos, ou melhor, dessas duas instituições humanas fundamentais? De qualquer forma, é certo que a sexualidade humana figura como um dos temas mais inquietantes e, quase sempre, mais recusados no universo prático do educador.
  • Entretanto, cada vez mais a escola tem sido convocada a enfrentar as transformações das práticas sexuais contemporâneas, principalmente na adolescência, uma vez que seus efeitos se fazem alardear no cotidiano escolar. Cabe-nos, então, indagar: como fazê-lo efetivamente, ultrapassando os limites dos conhecidos guias de orientação sexual? Enfim, qual o papel desejável da escola perante a sexualidade?
  • Para melhor situar o escopo da sexualidade na escola é importante contextualizar as diferentes dimensões que a conceitue: biológica, psicológica, histórica, cultural, etc. Essa é uma das tarefas deste módulo, que se propõe a desdobrar o tema com base no referencial teórico de diferentes áreas e orientações.

Produtos relacionados