(61) 3031-1900 / 9 9992-0708

 

  • Perceber o mundo previdenciário enquanto um universo relacional, no qual elementos das mais variáveis ordens estão presentes.
  • Reconhecer a penitenciária como instituição formada por indivíduos com histórias de vida as mais diferentes possíveis e onde há múltiplas formas de poder, conflitos, relações, territórios, a partir dos quais os indivíduos pensam e agem de acordo com os vários elementos de referência.
  • Perceber a pluralidade que envolve o fenômeno da violência no Brasil e no mundo.
  • Transformar a “cultura do conflito” em “cultura do diálogo” na medida em que estimula a resolução dos problemas pelas próprias partes.
  • Buscar a valorização das pessoas como ponto importante no processo de resolução de conflitos, uma vez que são elas os atores principais e responsáveis pela resolução da divergência.

 

Carga Horária

120h, 180h

Produtos relacionados